Mensagem de Mahasambodhi Dharmasangha de 28 de janeiro de 2012

28 de janeiro de 2012 / Atualizado em 28 de janeiro de 2018 71

1. O Guru, aceitando todos os Sanghas, Oficiais e discípulos envolventes em Bodhi Shravan Dharma Sangha, e tendo se refugiado nesta Verdade, o Dharma, o GuruMarga (GuruPath) [1] esfera da prática ascética; Eu, entendendo a extrema urgência do tempo, estou transmitindo esta mensagem na data de hoje para todos os discípulos.
 
2. Em primeiro lugar, os Sanghas devem ter um entendimento real, como o que é a Verdade, o Dharma e o Guru? O que significa GuruMarga (The GuruPath)?
 
3. Todos os Sanghas devem unir-se com a essência da completa rendição sendo de um só espírito dentro, mantendo o ponto, aceitando completamente o Guru, reciprocando o sentimento Maitri; Em outras palavras, a conexão entre o Guru eo discípulo é unida com fé, confiança e devoção atuando como links de assimilação.
 
4. Para aqueles que não podem ser assim, as questões relativas ao Guru Dharma (o ensino do Guru) continuam a surgir.
 
5. O próprio Guru assumirá toda a responsabilidade por todas as formações da Sangha a partir de agora, pois essas relações são extremamente sensíveis e, por vezes, há sentimentos ruins.
 
6. À medida que o Guru expande a Sangha, o Dharma será espalhado, não uma multidão de pessoas, caso contrário, o Guru Dharma não pode ser assimilado e surgir adharmic [2] as perguntas nunca podem ser respondidas.
 
7. O que foi falado hoje até este ponto, a cada segundo, a toda hora, não foi capaz de ser constantemente transmitido, mesmo esse mesmo discurso e mensagem do Guru.
 
8. Nos anos que passaram, o verdadeiro Guru está na sua frente.
 
9. Mas estou vendo a ironia.
 
10. Há estados mentais que se entregam à corrupção onde o comportamento e os sentimentos são exibidos com sentimentos ciumentos alimentando o ego por causa do status, nome, fama e reputação.
 
11. O Guru que vem encarnado como o verdadeiro GuruMarga nem sequer pode ser visto, e, depois dos séculos, a pregação do verdadeiro Dhamma nem sequer é ouvida.
 
12. Sendo chamado de Sangha, um deve ser como um farol de luz, de uma forma e de um sentimento, sem impurezas, favoritismo e discórdia.
 
13. O Guru tem seu próprio dever, para com os discípulos, com os Sanghas, com toda a existência, com os gurus; Quando um discurso é dado pelo Guru é um momento fundamental: a intensidade e a complexidade de compreensão ou não compreensão dependem do próprio interesse.
 
14. Quando o Guru chega nas proximidades, em que estado de espírito deveria estar?
 
15. Qual objetivo e objetivo deve ser um?
 
16. Como se deve segurar a busca e a esperança da Essência [3]?
 
17. Os Sanghas devem poder realizar a presença digna, celestial, pacífica, calma e aparentemente controversa do Guru.
 
18. Com absoluta dedicação e fé, é preciso aceitar completamente e prestar atenção à presença e à elucidade do Guru ao negar a própria lógica, análise, decepção, tristeza, sofrimento e inteligência do mundo. Há quase nenhum discípulo verdadeiro ou Sangha que esteja ciente do eu e do valor do tempo no momento da reunião com o Guru. Mas, como vejo muitas vezes, os discípulos ou os sanghas não se conhecem pessoalmente: onde estão ou em que estado e posição se encontram.
 
19. Como é que se procede, e o que fazer depois? O que deve ser dito? Qual assunto deve ser estressado e assim por diante.
 
20. Mas novamente, acredite no Guru e você seguirá a forma da Real Sangha em frente ao verdadeiro Guru, e você será libertado do oceano mundano da ilusão.
 
21. Caso contrário, não há outra alternativa. O Sangha é expandido apenas em um dos dois caminhos: é o caminho verdadeiro ou o falso? Somente os padrões mais elevados cumprirão o Dharma.
 
22. Mas Pureza e Essência não são de forma quantificável, é a qualidade da sua forma que mantém animada a Essência.
 
23. Para este fim, eu tenho dado a todos vocês esses preceitos para assimilar e entender.
 
11 Maitri Sheel – Ekadasha Maitri Sila

***************************************************************************** *

Precept [4] 1. Nunca discrimine com base em nome, aparência, complexion, gênero, classe, crença, comunidade, poder, posição ou qualificação; Até mesmo descartar a diferenciação entre os conceitos de material e espiritual.

Preceito 2. Tendo se familiarizado com o Dharma Eterno, o Caminho e o Guru, respeitem todas as religiões e crenças.

Preceito 3. Forsake mentirosos, alegações, contra-alegações, depreciando e espalhando falsidade através de fofoca sem fundamento.

Preceito 4. Abandonar filosofias ou maneiras que fazem fronteiras de divisão e diferença de opinião, assumir o Caminho Verdadeiro [5].
 
Preceito 5. Seguindo The True GuruPath [6] ao longo da vida, renunciando a ações do mal, sempre permanecem atentos em união com The Guru Essence [7].

Precepção 6. Não tendo alcançado o Iluminismo, não procure provar o que é com palavras inteligentes; E, enquanto ainda está confuso, não confunda outros.
 
Preceito 7. Renunciar a tal conduta demoníaca como matar seres conscientes e violência, consumir alimentos saudáveis.
 
Preceito 8. Não mantenha pensamentos estreitos sobre pessoas e países com base na identidade nacional.

Preceito 9. Incluir-se na busca do The True GuruPath realizar ações que beneficiem a Terra.
 
Preceito 10. Quando alguém percebe a Verdade, o GuruPath toma forma, para alcançar a Iluminação para todos os Seres Sentidos.
 
Precepção 11. Permanecer na mente mais alta e profunda [8] seja livre de toda servidão, tendo entendido dentro dos próprios preceitos.

***************************************************************************** *

24. Para que a Sangha finalmente seja chamada por este nome, a essência desses preceitos deve estar nos Sanghas, caso contrário, a Sangha como tal não pode ser chamada a ser chamada por esse nome.

25. Para cultivar os preceitos do GuruMarga, os Sanghas aderindo ao caminho do verdadeiro Dharma cumprem sua responsabilidade e dever para com o Guru, o Dharma e a Sangha com total dedicação. Para expandir a Sangha de Maitri livre de impureza, é preciso determinar; Ninguém além de abraçar esse caminho, o Sangha será bem-vindo. Para capacitar a autorização da expansão da Sangha e Dharma, o Guru está entregando a Carta Dhamma certificada por ele mesmo.
 
26. A duração desta Carta do Dharma deve ser re-certificada a cada três meses, e esta Carta do Dhamma tem a natureza poderosa de reforçar o extremamente delicado – tanto que também pode ser fraco – a ponte da fé, das crenças e da devoção.
 
27. Todos os sanghas dependem de si mesmos. Assim como fazendo ações virtuosas, seguindo o GuruMarga, é capaz de ser libertado da escravidão, da mesma forma fazendo o contrário, um experimenta exatamente o resultado oposto.
 
28. Dito isto, na verdadeira supremacia do Dhamma, as palavras erradas não podem ser suportadas, mas só por causa do Guru Dharma é essa oportunidade obtida novamente hoje. Acredite que o Guru e a Sangha terão todo o benefício dessa oportunidade. Além disso, estou informando todos os Sanghas que, a partir desta data de 2068/10/14 (2012/1/28), reservam todos os direitos da expansão atual de Sanghas de cada Sangha, trabalhos de construção, promoção e publicidade , E espalhando mensagens e notificações no escritório central de Halkhoria, todos esses trabalhos devem ser realizados pelos trabalhadores da Halkhoria sozinhos e apenas da declaração do Guru.
 
Pode ser amoroso e calmo, então seja.
 
________________________________
 
Notas:
 
[1] Aqui o GuruMarga é montado no texto original, embora as letras devanagari usadas para escrever nepalês não façam distinção para letras maiúsculas. Como a postposição "ko" indicando que o caso genitivo não está presente após o Guru, a frase foi traduzida como "Caminho do Guru" em "Caminho do Guru". Como é sem espaço no meio, foi traduzido como um substantivo composto. Os substantivos compostos são escritos com um hífen entre ou sem um espaço. Os tradutores optaram pela capitalização de Guru e Path para enfatizá-los, e sem espaço para facilitar a leitura.

[2] Adármico significa "fora do Dharma" ou "contra o Dharma" como o prefixo "a" em sânscrito é o equivalente a "un" ou "não".
 
[3] Tattva तत्व (n.) Base, centro, centro, núcleo, elemento, essência, essência, coração, coração e alma, interioridade, semente, medula, matéria, substância, soma, essência, metempirics (Os conceitos e as relações , Que são concebidos como além, e ainda como relacionados, o conhecimento adquirido pela experiência) http://www.pelagiandictionary.com/roman/Aese%20tatvagyan%20se%20sambandhit

Quando Tattva é usado com o verbo "prapta garnu" (para alcançar), ele indica Iluminação.

[4] Sheel – um preceito ou moral que, embora expressado na forma imperativa, não são tanto um mandamento quanto um objetivo ou objetivo contínuo para focalizar o comportamento e os hábitos conscientes.

[5] Nep. Satya Marga
 
[6] Nep. Satya GuruMarga
 
[7] Nep. Guru Tattva

[8] Nep. Chitta

 Prev Speech Next Speech 

Notícias

Mensagem de Mahasambodhi Dharmasangha Guru, na cidade de Lamjung em 22 de fevereiro de 2014

Dharma Sangha Bodhi Shravan Guru Sanghaya Namo Maitri Sarva Dharma Sanghaya   1. Ao seguir o Grande Maitri Marga Guru, o GuruMarga e o...

Mensagem de Mahasambodhi Dharmasangha Guru em Chitwan de 8 de junho de 2013

Dharma Sangha   Bodhi Shravan Guru Sanghaya   Namo Maitri Sarva Dharma Sanghaya    1. Permanecendo em união com o verdadeiro...

Mensagem de Mahasambodhi Dharmasangha Guru em Pathankot em 9 de abril de 2013

Dharma Sangha Bodhi Shravan Guru Sanghaya Namo Maitri Sarva Dharma Sanghaya [1] 1. Aderindo ao Maha Maitriya Marga (o Grande Caminho Amoroso), sendo...

Obrigado! Sua tradução foi enviada.
Error occured sending translation. Probably this translation has already been submitted.